Data

Animação


"Não tolere o que a Bíblia reprova" (Gilvan, 15.05.2005)

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Ele é o Único Deus


         A Unicidade e a Santidade de Deus são atributos incomparáveis. Em certo período da história, Senaqueribe, rei da Assíria, afirmou que, assim como os deuses de outras nações não podiam resgatar tais nações de suas mãos fortes, assim também o Deus de Israel seria incapaz de resgatar Jerusalém de seu império conquistador (II Rs 18.28-35; II Rs 19.8-13). Esta afirmativa de colocar em igualdade o Único Deus Verdadeiro em detrimento da idolatria de outras naçõe pagãs, foi um ataque verbal à singularidade, ou à santidade de Deus. 

          O Senhor Deus respondeu a Senaqueribe da assim: “A quem afrontaste e de quem blasfemaste? E contra quem alçaste a voz e arrogantemente ergueste os olhos? Contra o Santo de Israel” (II Rs 19.22). O Senhor mostrou a Senaqueribe que ELE é diferente de todos os outros supostos "deuses". Deus demonstrou Sua singularidade, Sua Unicidade eliminando 185 mil soldados assírios em uma única noite (v. 35).

          A nós, povo de Deus, foi dada a seguinte ordem:“Adorai o Senhor na beleza da santidade” (Sl 29.2). Isso implica em oferecer a Ele o que ELE quer receber e não o que você deseja dar. Louvor e Adoração que independente das circunstâncias levará " Senaqueribe" e seu exército a derrota. "A vitória é daquele que O Adorar"...

Nenhum comentário:

Postar um comentário