Data

Animação


"Não tolere o que a Bíblia reprova" (Gilvan, 15.05.2005)

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Comunhão Virtual X Comunhão Real

         Recentemente vi uma pesquisa com uma informação que me deixou preocupado. Na pesquisa havia a informação que oito em cada dez brasileiros entrevistados, tinham diversos “amigos virtuais” e que consideram esse tipo de “relacionamento“ importante. Será que existem esses “amigos virtuais”? 
          Cada vez mais se torna comum conversar “online” com quem não se conhece. Nas redes sociais, como o Facebook, por exemplo, é comum “Você são amigos agora”. Com apenas um click de confirmação uma pessoa se torna amiga de outra? Essa não é a amizade que o Senhor espera que cultivemos entre nós O circulo de amizades reais esta cada vez mais diminuindo, enquanto o de amigos virtuais aumenta, e em escala exponencial. 

Isso é preocupante, visto que revelam grande problema: as pessoas cada vez mais estão tendo dificuldade de se relacionar com o próximo e procuram resolver essa necessidade na demanda das redes sociais. Entretanto, sabemos que isso não funciona e acaba por criar um “mundo da linguagem sem o mundo da prática”. Tudo na teoria, sem nenhuma ação, sem afetividade; esse é um mundo vazio. 

 Nesse mundo globalizado não posso negar a importância da internet como meio de comunicação e com todos os recursos que ela apresenta, se torna indispensável. Mas precisamos saber utilizá-la da melhor forma possível e também em beneficio do Reino de Deus. Muito até estão trocando a Bíblia pela celular. Não sentem mais prazer em carregar a Bíblia e “frequentam” os cultos apenas com o celular, estão perdendo sua identidade. Todos nessa suposta “moda”. 

Sem contar que no momento do culto, ainda acessam a internet, o “Facebook” ou o wahtsApp” por exemplo, são certamente os mais acessados. Também o culto presencial tem sido substituído pelo culto virtual. Deixam de estar na igreja, na companhia dos irmãos para ficarem em casa conectado nesse ou naquela igreja em tempo real. Daqui a alguns dias deveremos ter a “Ceia do Senhor” por Sedex. Precisamos estabelecer limites ou todo esse “aparato tecnológico” irá “dominar” nossa vida; afetará nosso relacionamento com Deus, destruirá também nosso relacionamento com a esposa ou esposo e como os nossos filhos – esse o plano do inimigo. 
A falta de comunhão, falta de comunicação ou falha nessa comunicação entre o membros do Corpo de Cristo gera uma tremenda frustração e desequilíbrio emocional o que faz com que muitos se isolem nesse mal do século: a solidão. Na fuga da realidade, a pessoa “conectada” não percebe que que o que esta do outro lado da rede, por ser virtual, nem sempre é o que parece ser. Muito cuidado, para não esta estabelecendo amizade com o próprio satanás: “se ele é capaz de se transformar em anjo de luz, do que ele não mais se disfarçará  (II Cor 11:14)?” Precisamos ter muito cuidado para não cair nas astutas ciladas do inimigo, ainda mais que ele tem conseguido sucesso nessa área de “recursos tecnológicos”, e tem escravizado a muitos. 

Há aqueles que não desgrudam do celular, parecem zumbi. 

Quero sugerir algumas sugestões: 

1) Mantenha um relacionamento pessoal e intimo com Jesus Cristo, expondo para Ele suas fraquezas, frustrações, medo;

2) Lance fora todo temor; abra seu coração para Jesus. Há um Rio de Vida passando agora.... Mergulhe n`Ele. 

3) Aplique tempo de qualidade com sua família. Invista nela. 

4) Desenvolva a comunhão com os seus irmãos na fé, com os membros do Corpo de Cristo. 

5) Ore uns pelos outros e com os outros Há um Amigo Real, capaz de nos socorrer a qualquer momento (Hb 2:17-18). 

Nosso amigo Jesus aqui viveu como homem, enfrentou problemas reais como você e eu, passou pelas piores experiências que um homem poderia passar, mas desenvolveu relacionamento com as pessoas, Ele não desprezava ninguém e tinha prazer em estar com os outros - foi Mestre na arte de amar. Ele É o Homem. 

O Homem que Venceu a Cruz.. Se “conecte” agora a Jesus. Acesse o “site” de Jesus - Sua Palavra. A conexão é ilimitada e o acesso é grátis. A energia para manter isso funcionando se chama oração. 

 Sejamos libertos em Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário