Data

Animação


"Não tolere o que a Bíblia reprova" (Gilvan, 15.05.2005)

sábado, 18 de junho de 2016

Que Grande Privilégio

Temos o privilégio de desfrutarmos da Presença e o do constante cuidado do Senhor. 

* Jesus nunca nos despreza e nem nos desampara*, nunca permite que soframos além das nossas forças (I Cor 10:13). 

Somos "ovelhas" e precisamos viver no "Rebanho do Senhor", ouvindo a Voz do Bom Pastor (Jo 10:10). 

Meu querido, se você abandonar o "rebanho" será facilmente abatido pela feras. E essas feras também têm invadido o "jardim de Deus". 

* Viver em comunhão com os irmãos, ouvir e obedecer a Voz do Mestre nos garante "pastos verdejantes".

* Isso não significa que não teremos dificuldades e sofrimentos; _

* significa que passaremos pelo "vale da sombra da morte" na companhia de Jesus. Deus estará conosco!*_ Aleluia. 

Jesus nos conhece pelo nome e sempre deseja o melhor para nós. 

* Na prática, precisamos aprender que as promessas do Senhor nunca falham*; Jesus sempre irá suprir nossas necessidades, não importam as circunstâncias Mas, Jesus nos manda "lançar a rede".... 

Os discípulos eram experientes pescadores, conheciam a geografia dos rios, o melhor horário, as técnicas de pescaria, mas, por um momento, não reconheceram Jesus (Jo 21:4). 

As vezes nós também agimos assim, por estarmos envolvido em "nosso próprio mundo", em nossa "própria pescaria " esquecemos de "reconhecer" Jesus e no nosso próprio esforço, "nenhum peixe apanhamos", mesmo tendo toda habilidade; *tudo é inútil sem Jesus*. 

Que privilégio: *Jesus vem ao nosso encontro* e Ele foi Se encontrar com os discípulos. Jesus os observa da praia. *Jesus também te observa agora*. 

Os discípulos também se aproximam de Jesus. Esse é o melhor momento de nossas vidas - *Encontrar Jesus* Nesse encontro, os discípulos reconhecem o fracasso em não reconhecer Jesus e estão frustrados por trabalharem a noite toda e não pegarem nenhum peixinho. 

* Quando reconhecemos quem somos e nossa incapacidade e ouvimos e obedecemos à Voz do Mestre, nossas redes se enchem com uma quantidade grande de peixes; 153 grandes peixes*; com o Senhor, temos "153" oportunidades (Jo 21:11). 

Que privilégio, contemplar os milagres do Mestre. 

Mas, quando os discípulos chegam à praia com seu barquinho cheio de peixes, descobrem que *o Senhor já havia preparado o banquete: peixe assado na brasa e pão. 

Todos foram alimentados por Jesus*. 

E nós? Como está nossa intimidade com Jesus? 

Nossas habilidades e capacidade naturais não nos conferem vitória e "não atraem peixe". 

* Precisamos reconhecer Jesus e busca - Lo em todos os momentos*. 

Jesus está cuidando de nós; se lance, sem reservas, nos Braços do Pai. 

A ELE a Glória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário